Content
  • PT
  • ENG
© Flickr/ Victor
Artigo
Publicado em 4/12/2014 por Isabel Pereira

Portugal continua com uma prevalência de doença mental acima da média dos países ocidentais. A Direção-Geral de Saúde (DGS) aponta, no relatório Portugal – Saúde Mental em Números 2014, hoje apresentado, a necessidade de uma aposta nos recursos humanos para evitar uma intervenção “exclusivamente psicofarmacológica”.

As perturbações psiquiátricas afetam mais de um quinto da população portuguesa. De acordo com a World Mental Health Survey Initiative, da Organização Mundial de Saúde, apenas a Irlanda do Norte (23,1%) e os EUA (26,4%) têm prevalência de doença mental mais elevadas.

Destacam-se, com maior prevalência no país, as perturbações de ansiedade, que afetam 16,5% dos portugueses e as perturbações depressivas, com uma prevalência de 7,9%. As perturbações mentais e de comportamento são responsáveis por 20,55% dos anos vividos com incapacidade pelos portugueses.

O documento hoje divulgado pela DGS aponta o não-investimento em profissionais de saúde mental como um dos maiores problemas do setor em Portugal. “Enquanto este aspeto não se modificar, é compreensível que a intervenção quase exclusivamente psicofarmacológica tenda a ser a resposta predominante”, pode ler-se no relatório.

A Direção-Geral de Saúde afirma que “as equipas Comunitárias de Saúde Mental em Portugal continuam num patamar de desenvolvimento inferior ao dos restantes países da Europa Ocidental”, e aponta a questão do seu “modelo de financiamento como um dos maiores obstáculos à evolução do funcionamento dos serviços”.

Em consequência, quando comparado com outros países europeus, Portugal apresenta um consumo de ansiolíticos, sedativos e hipnóticos muito superior: 96 doses diárias por mil habitantes. A DGS realça que as duas substâncias mais consumidas, o alprazolam e o lorazepam, “integram o subgrupo das benzodiazepinas com maior potencial de induzirem tolerância e dependência”. Aconselha, por isso, aos profissionais clínicos “uma análise da prática sobre a prescrição e utilização destes fármacos”.

Foto: Flickr/ Victor

Partilha


Comenta

Consola de depuração Joomla

Sessão

Dados do perfil

Utilização de memória

Pedidos à Base de dados